Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

D r e a m F a c t o r y

D r e a m F a c t o r y

08.10.17

Todas as moedas têm duas faces...

DreamFactory

Se imagirares a tua Vida como um filme, onde escolhes colocar o foco de luz?

Todas as vidas têm frustações, dificuldades, lutos, perdas, mas também há coisas boas que por vezes escapam ao nosso olhar.

Conseguir analisar um acontecimento ou um comportamento, atribuindo um outro significado ou pensando em que contexto aquela atitude pode ser útil, é a diferença entre ultrapassar desafios e só ver, ouvir e sentir problemas à nossa volta.

Na prática, alguns exemplos para pensar se podem fazer sentido para ti:

O filho que muitas vezes não arruma o quarto e está a ver televisão, significa também que está em casa.
A casa que se tem que limpar depois de uma festa, significa também que estivemos rodeados de familiares e amigos.
As roupas que nos estão apertadas, significam também que temos mais do que o suficiente para comer.
O trabalho que temos a limpar a casa, significa também que temos uma. 
As diferente opiniões que lemos na internet, significam também que existe liberdade de expressão.
Não encontrar lugar para estacionar, significa também ter carro.

O cansaço ao final do dia e as guerrinhas no escritório, significam que temos trabalho.
O despertador que nos acorda todas as manhãs, significa que estamos vivos.

Quando estiveres num daqueles dias em que tudo corre mal, pára, respira, vê, ouve e sente que outro significado ou em que outro contexto há algo positivo no que está a acontecer.

 

brainunderconstrution.jpg

 

01.10.17

Os ausentes quase nunca têm razão...

DreamFactory

Quando te sentires sozinho e cheio de nada, quando tudo o que ouvires for o barulho ensurdecedor do silêncio, quando a tua luz mesmo acesa não brilhar, lembra-te que fizeste o melhor possível, com o que tinhas e na condição em que estavas.

Recolhe-te no abraço de quem te quer bem, de quem não desiste de ti, mesmo quando tu empurras.

Refugia-te e ganha forças nos olhares que dispensam as palavras para te ampararem, aqueles que veem muito além do invisível, mergulha nas tuas pessoas, as que sabem como abrir a janela para que sintas a brisa e entendas que há sempre um caminho para ti.

 

esperanca1.jpg

 

27.08.17

AGORA

DreamFactory

Imagina um alvo, em que num eixo tens os OUTROS e o teu EU e no outro eixo, como que uma linha do tempo entre o PASSADO e o FUTURO.

No centro do alvo está o prémio, está o AGORA... o melhor presente que temos.

O nosso corpo nunca sai do Agora, mas a mente...a mente não.

Essa viaja de forma vertiginosa entre o que os outros pensam ou vão dizer, ou por outro lado está centrada em si apenas, no seu umbigo e nas suas necessidades.

Por vezes vive e revive no passado, observando o mesmo filme vezes sem conta ou está sempre um passo à frente, programando tudo, garantindo que tudo vai ser “perfeito”, tudo como deveria ser...

O nosso diálogo interno é a chave para manter a atenção onde efectivamente trabalha a nosso favor, no Agora.

Equilibrando as nossas necessidades com a empatia e atenção nos outros.

Compreendendo que o passado  passou e o facto não se altera (o que poderá mudar é a nossa percepção do que se passou) e que o futuro é uma dádiva, algo que vai chegar e que construímos dia a dia, no presente.

A vida acontece no Agora e é aí que temos a oportunidade de criar a melhor versão de nós mesmos e de usufruir da riqueza que são as pessoas que nos rodeiam.

É no presente que danço pela vida. O momento é Agora!

Alvo_21.png

 

30.07.17

Acreditas que tens os Recursos?

DreamFactory

Existem recursos que normalmente acreditamos que não temos em dose suficiente e que fariam toda a diferença na nossa vida, como o dinheiro, o tempo, a falta de confiança e o foco.

Quase todos queremos mais dinheiro, porque achamos que só assim vamos estar tranquilos e concretizar os nossos sonhos.

Porque não conseguimos ter mais dinheiro? Porque acreditamos que não é para nós, que traz problemas e discórdia? Que só quem faz trafulhices tem muito dinheiro? Como é a tua relação real com o dinheiro? Se gastar o pouco que tenho vou ter falta mais à frente? Acredito que devo dar aos outros e vou receber em dobro? O dinheiro vem apenas do trabalho duro? Em que acreditas?

Porque se o teu consciente diz que queres, mas inconscientemente o vês como algo que não é positivo, que não és merecedor, que é um recurso escasso, que vai transformar quem és, que vai atrair pessoas que to vão querer tirar, este conflito interno vai sabotar os objetivos que tenhas relativamente ao dinheiro.

Resolve na base a tua relação com o dinheiro, questiona-te e reflete de forma verdadeira qual a relação que tens e qual a que preferes ter com este recurso e acredita, as coisas vão começar a mudar.

O tempo é a solução para quase tudo, com mais tempo havia melhor carreira, mais romance, melhor aparência física, mais conhecimento, mais amizades, …

O tempo é um recurso verdadeiramente democrático, porque as 24h são iguais para todos.

A grande questão e que o que varia de pessoa para pessoa, são as escolhas que fazem, as prioridades. É deixar de estar do lado do efeito para estar no lado da causa.

Deixar de achar que não temos tempo para nada, que não controlamos o nosso tempo, recuperar o poder sobre o teu tempo.

Se o teu dia, como por magia, começasse de novo, como uma folha em branco, o que farias? Sabias o que fazer com o teu tempo?

Fazias as mesmas coisas? Fazias coisas diferentes? Queres mesmo mudar? Que esforço estás disposto a fazer?

Aprende a dizer que não aos consumidores do teu tempo, escolhendo aquilo que realmente é importante para ti. Tu podes escolher, tu consegues criar e gerir o teu tempo!

Quem não sentiu já que não era capaz? Quem nunca olhou para dentro de si e duvidou? A confiança pode ser plantada e cuidada em cada um de nós.

Respirar com confiança, usar a linguagem corporal a nosso favor, são técnicas simples que nos permitem alterar os nossos estados emocionais.

Trazer à nossa memória e vivenciar momentos da nossa vida em que fomos confiantes, é igualmente um recurso fantástico para mudar estados num curto espaço de tempo.

Trazer o foco ao nosso dia a dia é a chave. É muito fácil sermos engolidos pelo dia a dia e existem imensos pontos de distração. O foco existe e é igual para todos, a grande diferença é se imaginarmos um foco como um projetor de luz num palco, o sitio para onde apontamos mais vezes, através das perguntas que fazemos a nós mesmos.

Em vez de te perguntares, porque tudo te acontece, porque não consegues fazer diferente, muda a tua cassete e pergunta-te como podes fazer diferente? Como podes fazer melhor? Como podes ser a diferença?

Acredito que se face às mesmas situações te começares a colocar consistentemente, perguntas positivas e construtivas, começas a encontrar respostas diferentes e muito melhores.

Muda as tuas crenças, muda o teu diálogo interno e mudas os teus resultados!

Cada um de nós é o Actor Principal da mudança que pode trazer à sua Vida, por isso se é realmente importante para ti, então acredita, vai e faz

Criative-se-Dia-27-Criatividade-Ter-pra-Ser-Frase.

 

12.03.17

Pateta feliz ou Consciente feliz?

DreamFactory

 "a felicidade não resulta da ausência de problemas, mas sim da nossa capacidade em lidar com eles"

Onde focas a tua atenção quando parece que tudo à tua volta está virado do avesso?

Há pouco tempo ouvi uma razão para usar a palavra desafio em vez de problema.

Falamos em problemas quando não temos recursos, se existem recursos então estamos face a desafios, a montanhas que melhor ou pior conseguimos ultrapassar.

Perante um desafio, podemos então optar por manter um registo passivo (não fazer nada é uma escolha como outra qualquer) ou ativo, saindo dele, quebrando o padrão, mudando o foco, procurando soluções alternativas, motivações, opções, pessoas que tenham conseguido, pessoas que possam ajudar, …e todas e quaisquer outras alternativas que façam sentido para cada um de nós, naquele momento.

Eu vejo, ouço e sinto os desafios, todos os dias…acredito é que temos recursos e escolho apostar e focar-me em soluções!

E tu, como escolhes ultrapassar os teus desafios?

formiga.jpg

 

 

29.01.17

E se falhar?

DreamFactory

Muitas vezes deixo de fazer coisas porque tenho medo de errar, medo do ridículo, por vezes até medo de conseguir e não saber lidar com isso….

Viver com medo, é como querer conduzir com o travão de mão a meio...não se faz ou faz-se só um bocadinho do que poderia ser…e ficamos sempre a pensar no que poderia ter sido.

Não fazemos porque temos contas para pagar, porque não é para nós, porque não somos os virtuosos, os escolhidos, não temos a imagem, a idade, a experiência, o conhecimento, os conhecimentos…e vamos arranjando justificações que nos permitam olhar o espelho e dar palmadinhas nas nossas costas, enquanto vamos repetindo que se tivéssemos todas as condições, então também fazíamos.

Eu também faço isto, mas algures a meio do processo a palmadinha nas costas vira belinha na testa, e a palavrinha meiga transforma-se em sorriso sarcástico de “tu não fazes porque não queres…por isso volta a falar, quando realmente quiseres fazer” e isto motiva-me para a acção, passo a passo…

Muitas vezes falho, por vezes consigo, o foco é persistir o melhor possível…

E se conseguir?

150.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D