Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

D r e a m F a c t o r y

D r e a m F a c t o r y

19.11.17

 Sobre a Justiça...ou a falta dela

DreamFactory

Estas palavras hoje são para ti que te esforças, que vestes a camisola, que dia após dia tornas o impossível realidade.

Para ti que no teu trabalho, na tua casa, na tua familia, no teu treino procuras cada dia o melhor para ti e para os que te rodeiam.

Para ti que apesar do cansaço, e por vezes da desesperança, persistes no teu sonho, no teu querer, na tua luta, no teu objectivo.

Ainda que por vezes os outros ou a vida te abanem, sejam injustos, te moam, lembra-te sempre e repete baixinho as vezes que precisares, até que estas palavras sejam a tua bússula:

Tu és capaz, tudo é possível e estamos sempre a tempo de recomeçar!

Acredita em ti, que eu também acredito!

É só mais um obstáculo para ultrapassares, e logo logo será mais uma cicatriz com história para partilhares.

rocky.jpg

 

22.10.17

Ver o futuro no dia de ontem?

DreamFactory

Enrolada no passar dos dias, espero por algo.

Algo que sei que me falta, algo para encher este vazio e dar sentido ao tempo que sem qualquer piedade não pára por mim.

A televisão ligada não me diz nada, vejo pratos que nunca vou comer, casas onde nunca vou morar e paises distantes onde nunca irei mas ainda assim não estou aqui, perdida nas imagens e nos sons daquilo que espero, sinto-me cheia de mim e aconchegada.

Preparo-me todos os dias para quando este algo entrar pela porta dentro, sei o que lhe vou dizer, o que vou fazer, o que tanto que tenho para lhe contar...sobre os dias em que esperei e muito mais importante sobre tudo o que vamos poder ser nos dias que estão para chegar.

Espero e definho, porque que o meu algo insiste em não chegar, e não compreendo como me pode fazer isto, a mim que lhe quero tanto e tão bem.

Sofro com o vazio e a incerteza desta espera, enrolada na esperança do passar dos dias.

perfectsunday.jpg

 

 

01.10.17

Os ausentes quase nunca têm razão...

DreamFactory

Quando te sentires sozinho e cheio de nada, quando tudo o que ouvires for o barulho ensurdecedor do silêncio, quando a tua luz mesmo acesa não brilhar, lembra-te que fizeste o melhor possível, com o que tinhas e na condição em que estavas.

Recolhe-te no abraço de quem te quer bem, de quem não desiste de ti, mesmo quando tu empurras.

Refugia-te e ganha forças nos olhares que dispensam as palavras para te ampararem, aqueles que veem muito além do invisível, mergulha nas tuas pessoas, as que sabem como abrir a janela para que sintas a brisa e entendas que há sempre um caminho para ti.

 

esperanca1.jpg

 

16.07.17

E quando deixa de fazer sentido?

DreamFactory

Imagina uma sala cheia de gente e um coração cheio de nada, um olhar vazio, palavras que soam ocas, cheiros reconfortantes que não se sentem, abraços que não nos apertam onde deviam…

Como escapar destas algemas invisíveis aos olhos dos outros? Como voltar a plantar a semente da esperança? Como dar um propósito ao dia?

Somos muito exigentes e duros connosco, aprendemos desde cedo, quase sempre como verdade absoluta, que falhar tem um custo e que causa dor.

Mas e se falhar for apenas mais um resultado? Uma aprendizagem que nos arma ainda melhor para voltar a tentar?

Não estou a dizer para tentar inconsequentemente, sem sonhar, delinear, planear e preparar para a acção. Estou a falar sim, em fazer tudo isto e se ainda assim, o resultado não for o esperado, entender e sentir que é apenas isso, um resultado que não foi o esperado e ainda mais importante, uma nova oportunidade para voltar a fazer, seguramente muito melhor.

Levanta-te e sorri, mesmo sem muita vontade, sacode a poeira das tristezas e desilusões e tenta de novo, acredita de novo, dia após dia.

Que possas encarar os teus fracassos e obstáculos como degraus no teu caminho.

DEGRAUS_SUCESSO.jpg

 

 

21.05.17

Esperança, sempre!

DreamFactory

Aprendi que existem pelo menos dois tipos de esperança.

Uma esperança que vem do verbo esperar. Aqueles que esperam que as coisas mudem, esperam que melhore, esperam que algo aconteça, esperam que o parceiro (a) ou que a sorte mude. Aqueles que apenas reagem aos embates do dia a dia, desejando que tudo corra bem.

E a esperança do verbo esperançar, que vive naqueles que correm atrás, que constroem a sorte, que fazem acontecer, que acreditam, agem e persistem enquanto existir 1% de hipótese. Aqueles que vão dormir a imaginar como podem fazer diferente, mais e melhor.

Esperançar dá muito trabalho, é difícil, parece uma corrida de obstáculos…esperar que o vento mude é muito mais confortável, mas dificilmente nos faz sair do lugar e chegar onde queremos chegar.

Que tipo de esperança trazes hoje no peito?

esperanca.jpg

 

30.04.17

RESILIÊNCIA

DreamFactory

“Capacidade de se recuperar de situações de crise e aprender com ela. É ter a mente flexível e o pensamento optimista, com metas claras e a certeza de que tudo passa.”

O que nos faz continuar? Qual é a vitamina mágica que nos faz continuar a acreditar mesmo quando a desesperança se instala?

No amor, no trabalho, na doença, na tristeza, qual é a garrafa de oxigénio onde vamos inspirar uma e outra vez antes de cada mergulho?

Uns falarão de fé, outros de sentido de dever, eu gosto de acreditar na Resiliência.

Uma espécie de força interior que nos permite apanhar os cacos e reinventarmo-nos de todas as vezes que é preciso. Uma força de acreditar que tudo vai ficar bem, que tudo vai ficar o melhor possível, que de alguma forma há uma ou mais soluções, mesmo que à minha frente não veja agora nada.

Uns falam de loucura, eu falo de Resiliência, de um acreditar inabalável no ser humano, acreditar que é capaz, que cada um de nós contém em si todas as soluções, todas as chaves para as portas que ainda vão aparecer.

Falo de esperança, mesmo naqueles dias em que as lágrimas que trazemos no peito nos anestesiam para a vida.

Resiste, todos os dias, um pouco de cada vez…muda de caminho, sorri para alguém estranho, oferece um elogio, faz algo inesperado, abre os olhos e cheira as flores, só não te permitas ficar anestesiado.

 

Blog-Exercise-Your-Resilience-Muscle-700x350.jpg

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D