Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

D r e a m F a c t o r y

D r e a m F a c t o r y

O teu Cérebro bate forte?

Acredito que muitas pessoas racionalizam demasiado.

É uma das forma que encontram para se protegerem dos combates que a vida lhes vai atirando.

É como que uma espécie de anestesia que permite funcionar e até perserverar mas que adormece os sentidos e sentimentos.

Nada é suficientemente bom, tanto a alegria como a tristeza são moderadas. Os dias são assim assim. Os sucessos não são verdadeiramente festejados, mas por outro lado os insucessos também são apenas parte do caminho.

Poucas vezes sentem o coração bater sem filtro, poucas vezes se riem até chorar, poucas vezes deixam verdadeiramente alguém entrar.

Foram as muralhas que precisaram de erguer quando o chão lhes faltou e agora que essas mesmas paredes, em vez de protegerem, isolam, e por vezes não sabem como as derrubar.

O desafio para esta semana que se aproxima é, nestes momentos em que os muros se erguem, contrariar, baixar um pouco a guarda, oferecer um pouco mais de si, conversar com alguém que não se conhece ou mesmo abrir o coração a  alguém com estamos muitas vezes. Mostrar um pouco mais do que estamos a sentir, sorrir mais, sentir mais, fazer pelo menos uma coisa que te faz feliz mesmo que pequenina, porque o momento é mesmo este.

O tempo é agora...que o teu cérebro dance sempre a música do bater do teu coração.

 

passaros.jpg

 

 Sobre a Justiça...ou a falta dela

Estas palavras hoje são para ti que te esforças, que vestes a camisola, que dia após dia tornas o impossível realidade.

Para ti que no teu trabalho, na tua casa, na tua familia, no teu treino procuras cada dia o melhor para ti e para os que te rodeiam.

Para ti que apesar do cansaço, e por vezes da desesperança, persistes no teu sonho, no teu querer, na tua luta, no teu objectivo.

Ainda que por vezes os outros ou a vida te abanem, sejam injustos, te moam, lembra-te sempre e repete baixinho as vezes que precisares, até que estas palavras sejam a tua bússula:

Tu és capaz, tudo é possível e estamos sempre a tempo de recomeçar!

Acredita em ti, que eu também acredito!

É só mais um obstáculo para ultrapassares, e logo logo será mais uma cicatriz com história para partilhares.

rocky.jpg

 

Divagações

Bem mas Cansada...

É o que respondo muitas vezes que me perguntam como estou...

E se é bem verdade que tem bastante de físico, um ou dois dias a dormir iam ajudar maravilhas 

A verdade é que não é só isso, é uma espécie de cansaço na alma, cansaço de remar contra a maré, cansaço de sentir que caminho sozinha, mesmo acompanhada.

É um precisar que me peguem ao colo e levem, um pouco que seja para que eu sinta, veja, oiça e perceba que posso cair por um segundo, porque não tem mal e há um abraço que ampara.

Vivemos sozinhos num mundo cada vez mais cheio de gente. Como que balões cheios de ar, vamos divagando aqui e ali, sem criar amarras...sozinhos e cansados.

Para esta semana que se aproxima desejo que a força da gratidão por todas as coisas boas nos empurre, que ar que respiramos nos inspire e nos motive a insistir e a persistir em fazer mais e melhor...desejo que este cansaço se possa ir dissipando como nuvens no céu e que o brilho do sol nos guie.

Boa Semana!

SADapple.jpg

 

Casaco Invisível

Todas as pessoas carregam uma história, mais ou menos leve, como um casaco invisível que trazemos sempre connosco.

Ser Humano é para mim em grande medida ser empático, isto é a capacidade de ver além de mim, conseguir olhar o outro com interesse genuíno, as suas atitudes, comportamentos, motivações e desmotivações sabendo que o seu casaco invisível existe e pode ser pesado.

Não comeces a história pelo fim, carimbando rótulos em quem se cruza contigo sem sequer ver, sentir, ouvir a história do outro.

Há uns tempos alguém me dizia “ não tenho tempo para apaparicar ninguém”, mas a verdade é que não é disso que se trata, é investir tempo e dedicação para realmente escutar e compreender o que me dizem, é entender que na maior parte das vezes o outro não me está a atacar quando discorda de mim, é verdadeiramente ver que podem existir inúmeras combinações que resultam e que a nossa é apenas e só mais uma.

Muito mais importante do que falar é comunicar.

pacienciaparaouvir.jpg