Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

D r e a m F a c t o r y

D r e a m F a c t o r y

AGORA

Imagina um alvo, em que num eixo tens os OUTROS e o teu EU e no outro eixo, como que uma linha do tempo entre o PASSADO e o FUTURO.

No centro do alvo está o prémio, está o AGORA... o melhor presente que temos.

O nosso corpo nunca sai do Agora, mas a mente...a mente não.

Essa viaja de forma vertiginosa entre o que os outros pensam ou vão dizer, ou por outro lado está centrada em si apenas, no seu umbigo e nas suas necessidades.

Por vezes vive e revive no passado, observando o mesmo filme vezes sem conta ou está sempre um passo à frente, programando tudo, garantindo que tudo vai ser “perfeito”, tudo como deveria ser...

O nosso diálogo interno é a chave para manter a atenção onde efectivamente trabalha a nosso favor, no Agora.

Equilibrando as nossas necessidades com a empatia e atenção nos outros.

Compreendendo que o passado  passou e o facto não se altera (o que poderá mudar é a nossa percepção do que se passou) e que o futuro é uma dádiva, algo que vai chegar e que construímos dia a dia, no presente.

A vida acontece no Agora e é aí que temos a oportunidade de criar a melhor versão de nós mesmos e de usufruir da riqueza que são as pessoas que nos rodeiam.

É no presente que danço pela vida. O momento é Agora!

Alvo_21.png

 

Necessidade vs Desejo

Na realidade necessitamos de muito pouco mas desejamos imenso.

O passar do tempo e os desafios que a vida me tem oferecido têm vindo a mostrar-me que preciso de muito menos do que aquilo que desejava e ainda mais importante que isto, que não é através das coisas que vou conseguir acalmar as minhas dúvidas, medos e indecisões.

Que aquilo que tenha eventualmente a provar, não se vai medir pelas coisas que tiver, que quando não estiver por aqui, não quero que se recordem da minha casa, do meu carro, do meu relógio, das roupas que usava ou das minhas últimas férias.

Quero que recordem o meu sorriso, a minha palavra, o meu abraço, a minha gargalhada, o meu apoio, a minha paz, o meu olhar...

Hoje necessito essencialmente de paz de espirito e de ser fiel a tudo em que acredito, desejo para todos nós dias longos com a familia e amigos, música, sorrisos, beijos e abraços.

Boas Férias!

13082017.jpg

 

Borboletas na barriga...

O amor é como uma montanha russa, no inicio são aquelas borboletas na barriga que nem te deixam respirar bem, aquela subida lenta, como olhos que dançam e se enroscam, depois aquela descida maluca que te tira o chão e a razão e te faz perder o tempo e o espaço, aquele beijo que faz com que nada mais importe.

Com o tempo entras no looping dos dias, umas vezes lá em cima outras vezes em carris opostos.

Se por um lado há a confiança de conhecer o caminho, sentes por vezes que aquelas borboletas estão meio adormecidas mas há a serenidade de que podes ser tu, transparente, com o teu melhor e o pior e ainda assim vais continuar a ter quem te dê a mão quando a curva for mais apertada e te fizer perder o pé.

casalnaMontanhaRussa.jpg